Sustentabilidade e economia: captação de energia solar tem aumento expressivo no Brasil

IMAGEM-DESTACADA

Sustentabilidade e economia: captação de energia solar tem aumento expressivo no Brasil

Segundo dados da Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica, houve um crescimento de 90% no serviço de captação desse tipo de energia neste ano, em relação a 2019.

Desde 2017 esse crescimento vem sendo observado, quando ainda representava 0,1% da matriz energética brasileira. A expectativa é que o setor cresça ainda mais, já que o Governo zerou os impostos de importação dos inversores e painéis fotovoltaicos.

Apesar do investimento inicial, a energia solar gera uma economia que varia entre 50% e 95% na conta de luz, de acordo com o Portal Solar. Além do fator financeiro, esse tipo de energia não polui durante seu uso e ainda pode valorizar o imóvel, superando o valor investido.

Para Félix Varejão, engenheiro e membro da LVA, empresa de energias renováveis, existem ainda barreiras que impedem que a energia solar se desenvolva mais no país.

“O Brasil tem um enorme potencial energético (irradiação solar), quase o dobro da Europa e ainda assim não há um aproveitamento eficaz desse privilégio, por falta de políticas públicas para este setor imprescindível para o desenvolvimento do país”, disse. 

Como funciona

A base desse sistema energético são as placas fotovoltaicas feitas de silício, elemento químico semicondutor cujos átomos, ao serem atingidos pelos raios solares, têm seus elétrons deslocados gerando uma corrente elétrica. A energia que não é utilizada, é direcionada para a rede elétrica, gerando crédito de kW para a fonte geradora.

Fonte: www.meon.com.br veja mais no site.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *