Global Solar Council estima que 2021 será um ano importante para fonte solar

IMAGEM-DESTACADA

Entidade apoia uma rápida transição global para geração totalmente renovável

O Global Solar Council (GSC) antecipa que o ano de 2021 será transformador para a fonte solar, em um cenário no qual o segmento ganha maior confiança dos investidores na tecnologia e conquista relevância dentro do empenho dos países para comandar uma recuperação verde da pandemia.

A entidade apoia uma transição global realizada de maneira rápida com objetivo de atingir uma geração totalmente renovável, além de destacar que não só mudanças sistemáticas nos níveis regulatórios, legislativo e financeiro devem ocorrer, mas também ações individuais de forma a adquirir tecnologias sustentáveis.

“Dado o potencial da fonte fotovoltaica para liderar a transição para uma economia de baixo carbono, nós precisamos do mesmo tipo de urgência na energia solar que vimos no desenvolvimento de vacinas para a COVID-19”, relatou José Donoso, presidente do GSC.

“Ao contrário das vacinas, nós não precisamos criar as soluções, mas trabalhar em conjunto para acelerar a implementação em larga escala. A tecnologia fotovoltaica é limpa, prontamente disponível e a forma mais barata de investir em geração de energia em muitos lugares do mundo”, completou.

Segundo a GSC, seus planos para 2021 começarão em março com um webinar em parceria com a Worldwide Carbon Price, uma nova organização que visa agilizar a transição energética e, com objetivo de financiar a recuperação da pandemia, estimular a precificação efetiva do carbono. O calendário do segmento terminará, em novembro, com a Conferência das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas de 2021 (COP26), que será realizada na Escócia, em Glasgow.

Além disso, a entidade destaca que o plano de ação para 2021 focará em fóruns virtuais, de forma a investigar os panoramas da fonte solar com base em dois ângulos: analisando preços, políticas e práticas de licenciamento fundamentais para estimular a descarbonização global; e avaliando como a tecnologia fotovoltaica está proporcionando oportunidades para um desenvolvimento sustentável e possibilitando uma recuperação verde.

Mesmo com os reflexos negativos trazidos pela pandemia, depois de um 2020 no qual os investimentos em instalações fotovoltaicas aumentaram em 12%, a BloombergNEF prevê que, em 2021, o total de novas instalações da fonte alcançará até 194 gigawatts (GW).

Fonte: www.portalsolar.com.br veja mais no site.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *